Entenda de uma vez por todas qual é a diferença entre o sinal analogico e o sinal digital nas TVs

  1. entenda-de-uma-vez-por-todas-qual-e-a-diferenca-entre-o-sinal-analogico-e-o-sinal-digital-nas-tvs.jpeg

Muitas pessoas já recebem o sinal digital de TV em casa, mas as dúvidas sobre as diferenças entre esse novo formato e o antigo sinal analógico, que será descontinuado em breve, ainda persistem.

O desligamento do sinal analógico no Brasil está em andamento, o que significa que os televisores sem conversores digitais — embutidos ou externos — deixarão de sintonizar os canais abertos oferecidos em cada região.

Mas o que esses dois sinais têm de diferente? Qual é o mais vantajoso? Por que o formato analógico dará lugar ao digital? Descubra as respostas a seguir!

O formato analógico

O sinal analógico de TV é composto por um sinal contínuo, que varia em função do tempo.

Ele pode ser representado por uma curva, que tem intervalos com valores variando de 0 a 10, e uma de suas características é passar por todos os valores intermediários possíveis dentro deste intervalo (0,01, 0,02, 5,610, 9,342 e assim por diante).

Ou seja, a faixa de frequência é bastante ampla e, justamente por isso, apresenta uma qualidade inferior, por causa da oscilação.

O formato digital

Já o sinal digital de TV, representado por um histograma, é bem menos complexo, apresentando valores discretos no tempo e na amplitude.

Se a frequência varia de 0 a 10, ela sempre assume valores descontínuos (0,1,2,3,4,5,6,7,8,9,10) nesse formato, reduzindo a oscilação.

Como registra apenas os valores inteiros, o sinal digital também se caracteriza por arredondar para cima ou para baixo as frequências com valor quebrado. Um sinal de valor 3,25, por exemplo, é representado por 3, enquanto uma frequência de 6,75 será computada como 7.

Diferenças entre sinal analógico e digital

Basicamente, o sinal digital é mais confiável e estável, consistindo em uma tecnologia de transmissão mais avançada, oferecendo sinal de qualidade e acabando com os chuviscos e fantasmas na TV, muito comuns no formato analógico.

Além do vídeo, que passa a ser transmitido em alta resolução e no formato 16:9, o áudio também se beneficia da melhor capacidade de transmissão do formato digital. A TV analógica recebe, no máximo, dois canais de som, enquanto a TV digital possibilita transmitir até seis canais de áudio simultaneamente.

Um exemplo simples para entender a diferença entre sinal analógico e digital é comparar a qualidade da imagem e do som de um filme em VHS (analógico) com a qualidade de um filme em Blu-ray (digital).

Razões para substituir o sinal analógico pelo digital

A substituição do sinal analógico pelo digital traz uma série de melhorias na qualidade da imagem e do som, como você acabou de saber. E os benefícios com o fim da TV analógica não param por aí.

Confira outras vantagens da TV digital:

  • oferece novas formas de interação na tela do televisor (participação em enquetes, sinopses, etc);

  • traz o recurso da multiprogramação, permitindo que cada canal transmita programações paralelas e simultâneas, com conteúdos relevantes e diferentes;

  • o desligamento do sinal analógico vai liberar a faixa de 700 MHz para a expansão das redes 4G em todo o Brasil;

  • possibilita a melhora nos sistemas de telecomunicações internas, diminuindo os custos com armazenamento e o tempo de processamento de dados.

Portanto, a migração para o sinal digital é benéfica em inúmeros aspectos, não significando apenas o acesso gratuito à programação com imagem e som de cinema.

Agora que você já sabe qual é a diferença entre sinal digital e sinal analógico, siga as nossas páginas nas redes sociais e fique por dentro de outras novidades sobre o setor de radiodifusão! Estamos no Facebook, Google+, YouTube e LinkedIn!

Comentários

Posted in:
Sobre o autor

Bruno Faria

Publicitário por formação, atua há mais de 4 anos no setor de Marketing da Teletronix, uma empresa com mais de 20 anos produzindo equipamentos para emissoras de rádio e TV.

Deixe uma resposta